AUXÍLIO BRASIL. QUEM VAI E QUEM PODE RECEBER. ENTENDA!

Atualizado: 26 de nov. de 2021

Contato pelo WhatsApp

O publico alvo são as pessoas que estão recebendo o bolsa família. As que não forem contempladas poderão fazer o Cadastro Único – CadÚnico, mantê-lo atualizado para ser submetido ao processo de seleção para recebimento do benefício, orienta o advogado Leandro Gomes, especialista em previdência do escritório Bocchi Advogados.

AUXÍLIO BRASIL

No último dia 17 o Governo Federal deu início aos pagamentos do Auxílio Brasil, programa de transferência de renda, instituído em substituição ao Bolsa Família, e após o encerramento do Auxílio Emergencial.

Diante de diversas dúvidas, optou a EPTV, afiliada da Rede Globo, em veicular matéria explicando os principais pontos do Auxílio Brasil, convidando para tanto o advogado Leandro Gomes de Paula, da firma Bocchi Advogados Associados. Assista o vídeo.

VALOR DO BENEFÍCIO ASSISTENCIAL

O Auxílio Brasil pagará inicialmente o valor de médio de R$ 217,18, e promete o Governo aumentar este valor para cerca de R$ 400,00, contudo, este aumento ainda está pendente de correspondente fonte orçamentária, apostando o Executivo na aprovação da PEC dos Precatórios, em trâmite no Senado Federal.

QUEM VAI RECEBER

No mês de novembro, só receberão as pessoas que eram beneficiárias ativas do extinto Bolsa Família, e, de acordo com o orçamento, pretende o Governo a inclusão de mais pessoas que atendam aos requisitos e que estejam regulares no CadÚnico.

CADASTRO ÚNICO

Quem ainda não possui CadÚnico e pretenda receber o Auxílio Brasil deverá buscar o CRAS de sua região para a inscrição, mas não há ainda calendário para inclusão destes no programa.

O público alvo principal do Auxílio Brasil são pessoas que estão na chamada linha de pobreza e extrema pobreza, caracterizada pela renda per capta familiar de até R$ 200,00 para a linha da pobreza e de R$ 100


,00 para a extrema pobreza. Esta faixa de corte deixará muitos que recebiam o Auxílio Emergencial de fora das rodadas de pagamentos.

Para quem recebia o Bolsa Família, a consulta sobre os pagamentos pode ser realizada por aplicativo próprio do Auxílio Brasil ou pelo aplicativo Caixa Tem.

DÚVIDAS E SUGESTÕES

www.bocchiadvogados.com.br

@bocchiadvogados

Whatsapp (16) 99319-1348. Clique aqui e inicie uma conversa.